Apesar de quase todos saberem que o CV deve estar impecável ao ser entregue a uma empresa, muitos profissionais ainda cometem erros que podem prejudicá-los, e muito, no momento da seleção. Por isso, separamos os 5 maiores defeitos que geralmente são encontrados nos currículos, para que você possa evitá-los.

Confira nossa lista e fique esperto!

1. Dados fictícios:

Este item estpinocchio-595468_640á em primeiro lugar por ser o erro mais grave de todos! Colocar informações falsas, além de ser antiético, pode gerar uma péssima impressão e transparecer imaturidade. O mesmo vale para dados omitidos, em alguns casos. Se você começou um curso e não o concluiu, por exemplo, é necessário que você explicite que você não o finalizou; caso contrário, ficará parecendo que você possui uma qualificação que, na verdade, você não tem. E não se engane: os recrutadores geralmente percebem esse tipo de falha! Por isso, sempre opte por ser completamente honesto.

2. Problemas na formatação do documento:

Antes de ler o seu currículo de fato, o recrutador observará o layout do documento. A formatação é a responsável pela primeira impressão causada no leitor e, dessa forma, é de extrema importância. Assim, é preciso tomar alguns cuidados! Primeiramente, padronize o documento. Se você começa o currículo utilizando a fonte times new roman, tamanho 12, não mude para a fonte arial, tamanho 10, no meio do arquivo. Além disso, não é recomendado usar fontes muito exóticas e nem cores muito fortes. Prefira sempre as fontes e cores padrão, como preto e cinza.

3. Dados inadequados:

Colocar dados que não deveriam estar em um spider-monkey-637061_640currículo geram a ideia de falta de profissionalismo. Inserir uma foto quando isso não foi pedido, por exemplo, é uma péssima escolha. Além disso, algumas informações, como o número de seus documentos de identidade, não são necessárias. Lembre-se também que um currículo não é uma autobiografia, e contar coisas muito pessoais ou irrelevantes não é uma boa opção. Outra dica é escolher um endereço de e-mail adequado, que, de preferência, contenha seu nome e sobrenome. Se o seu e-mail for algo como [email protected], considere criar uma nova conta!

4. Excesso de informações:

O excesso deve ser completamente evitado, pois provavelmente não será bem visto pelo entrevistador. Colocar informações demais pode cansar o leitor e fazê-lo te descartar antes mesmo de marcar a entrevista. Insira apenas informações que são relevantes para a vaga em questão: se você está se candidatando a um posto de engenheiro, não é necessário contar a experiência que teve como vendedor na juventude. Da mesma forma, explanar demais sobre suas atividades em cada empresa em que atuou é dispensável. É recomendado que o currículo tenha, no mínimo, 1 página e, no máximo, 3, no caso de profissionais muito experientes.

5. Erros gramaticais e de ortografia:

grammar-389907_640

Um bom currículo deve estar escrito nas normas padrão do idioma. Cometer deslizes no português é algo bastante mal visto pelos recrutadores. Se você sente que é uma pessoa que tem dificuldades ao escrever, esteja sempre com um dicionário em mãos e abuse de programas online que podem te ajudar, como o corretor do Word. Ainda assim, o ideal é que você envie o documento a um revisor de textos antes de entregá-lo à empresa, para se garantir. Da mesma forma, se você for entregar uma versão em língua estrangeira, esteja certo de que você é fluente o suficiente para isso. Caso contrário, contrate um tradutor profissional para fazer o trabalho.

Saiba como fazer um currículo perfeito, de acordo com a Exame!