Entrevista de emprego: prepare-se para estas 4 perguntas!

Entrevista de emprego: prepare-se para estas 4 perguntas!

Voltar

 

A fase da entrevista, para quem está à procura de um emprego, é aquela que mais gera nervosismo e insegurança. Não é nada fácil ficar frente a frente com um entrevistador que, como é sabido, tem a função de examinar cada resposta do candidato minuciosamente – sendo que, em alguns casos, até a linguagem corporal é colocada em análise. No entanto, a boa notícia é que existem formas de lidar com toda essa tensão, e a mais importante delas é a preparação. Quando você já tem em mente aquilo que quer falar, a confiança aumenta e as chances de você ficar calmo e seguro são bem maiores. Apesar de não ser possível saber exatamente o que será perguntado no dia, alguns questionamentos são bem frequentes, e pensar em como respondê-los é uma excelente forma de se preparar para ter sucesso nesse tipo de situação. Confira! 

1. “Fale um pouco sobre você”

Essa pergunta é clássica e, apesar de parecer ser fácil respondê-la, ela pode se transformar em uma grande armadilha. Pelo fato de a pergunta ser muito ampla, muitos candidatos acabam se estendendo demais na resposta, ou até mesmo fornecendo informações desnecessárias e, às vezes, inadequadas. Outros, por não saberem bem o que o entrevistador quer, pecam por falar pouco demais e perdem a oportunidade de impressionar o recrutador.

Dica: Selecione informações que sejam capazes de te dar destaque em relação ao resto dos candidatos; isto é, priorize as suas conquistas mais admiráveis, mas sem perder o foco. Fale sobre a sua formação e escolha uma ou duas experiências profissionais importantes que você já vivenciou. Dê ênfase, de forma breve, a outras experiências valiosas, como cursos de aprimoramento, participação em eventos da área, publicações ou intercâmbios. Neste momento, também vale falar, com moderação, de algumas qualidades positivas que você possui.

2. “O que você gosta de fazer nas horas vagas?”

É bastante comum que os recrutadores façam essa pergunta. É claro que você deve ser sincero, mas falar sobre algum hobby seu que não tenha nenhuma relação com a sua área profissional pode ser bastante arriscado. Procure, portanto, mencionar alguma atividade de lazer que também traga algum benefício para o seu trabalho.

Dica: Se a entrevista é para uma multinacional, por exemplo, você pode apontar que assistir filmes em inglês é um de seus passatempos preferidos, pois, além de servirem como forma de divertimento, também contribuem para o seu desenvolvimento na língua estrangeira. Se você faz alguma aula de teatro ou dança, você pode mostrar que essa atividade te ajuda a se tornar uma pessoa mais sociável e extrovertida. O importante aqui é apontar a união do útil ao agradável em sua rotina de ócio.       

3. “Como você pode contribuir para o desenvolvimento de nossa empresa?”

Essa, com certeza, é uma das perguntas mais difíceis de serem respondidas. Normalmente, procuramos um emprego porque queremos obter os benefícios que a empresa oferece, certo? Mas é preciso pensar que a empresa também está nos contratando para que ofereçamos um benefício a ela: trata-se de uma relação de troca. Tenha em mente que o serviço para o qual você está sendo contratado será realizado por qualquer um dos candidatos que forem selecionados. Portanto, é preciso que você apresente um diferencial neste momento.

Dica: Se você já teve alguma experiência em outra cidade ou país, por exemplo, mostre que você pode compartilhar as experiências que ganhou em uma cultura diferente. Se você fez algum curso de aprimoramento, aponte algo que você aprendeu e que pode aplicar na empresa. O importante aqui é pensar fora da caixa!

4. “O que posso te dizer sobre a nossa companhia?”

Essa pergunta dá abertura para que você faça questionamentos sobre a instituição e pode configurar a famosa “pegadinha”. Por um lado, você não pode dizer que não há nada que você queira saber, pois isso demonstraria falta de interesse e, dependendo do caso, arrogância. Por outro lado, é preciso ter muito cuidado para não fazer perguntas óbvias demais ou que demonstrem falta de conhecimento sobre a organização.

Dica: antes de ir para a entrevista, acesse o site da empresa e reúna informações úteis. A partir disso, pense em perguntas que poderiam expandir esses dados. Por exemplo, se na página consta que uma das missões da instituição é sempre estar atualizada em relação ao uso de novas tecnologias em obras de engenharia, você pode falar algo como o seguinte: “Sei que uma de suas prioridades é sempre investir em tecnologia de ponta. Existe alguma política de treinamento para a atualização dos funcionários nesse sentido?”. 

 

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este texto em suas redes sociais!

 


DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Receba nossa newsletter