Apesar de os drones terem surgido como aparatos militares, hoje em dia eles são utilizados com diversos propósitos, funcionando como ferramentas de entrega, como máquinas de segurança e muito mais. Esses aparelhos, também conhecidos como VANTs (veículos aéreos não tripulados), são aeronaves que não precisam de pilotos, já que são controladas à distância.

Estima-se que o primeiro avião guiado por controle remoto surgiu nos Estados Unidos, durante a Primeira Guerra Mundial, em 1939. Nos últimos anos, entretanto, esses pequenos helicópteros vêm sendo trazidos à realidade diária das pessoas, não se restringindo a contextos de guerra. A Amazon, por exemplo, enxerga os drones como um meio para realizar entregas de mercadorias em algumas regiões. Aqui no país, desfiles de samba já foram gravados utilizando a tecnologia. E até mesmo o Facebook já utilizou essas aeronaves para aumentar o acesso à rede social em áreas sem internet.

No Brasil, algumas construtoras, como a Tecnisa, a Paysage e a Swell, já utilizam os drones para captar imagens das regiões em que suas obras estão sendo realizadas. Dessa forma, os clientes podem observar o status dos empreendimentos, acompanhando sua evolução. A grande vantagem é poder ter acesso à construção sem precisar ir até o local da obra. Isso proporciona maior praticidade para as construtoras e para os clientes, além fortalecer a relação de confiança entre ambos.

Exemplo de uma imagem feita com um drone


Exemplo de uma imagem feita com um drone

Também é possível prever qual será a vista dos apartamentos de determinado andar antes que a construção comece.

“Antes, trabalhávamos o produto somente com as imagens de perspectiva e da planta baixa e com o tour virtual. Com o drone, mostramos a região e até a vista que o cliente terá da sua sacada”, contou Leonardo Pissetti, da Swell, à Gazeta do Povo.

Além disso, os próprios engenheiros e projetistas também são beneficiados com a utilização de drones em obras de construção civil. A captação de imagens mais amplas da região em que os empreendimentos serão realizados permite que os profissionais tenham um conhecimento maior da área e consigam fazer um planejamento melhor, diminuindo as chances de que ocorram imprevistos. A incidência solar em determinados horários, por exemplo, é um dos aspectos que podem ser considerados pela equipe ao analisar as imagens do local.

O custo também é um atrativo, pois se assemelha ao valor cobrado por um fotógrafo, trazendo a vantagem de apresentar visões de diferentes ângulos e de abranger áreas maiores.

E não para por aí. A previsão para o futuro é que os drones consigam também fazer construções civis. Este vídeo apresenta uma demonstração em que as aeronaves constroem uma ponte. Confira!

 

Se quiser descobrir ainda mais sobre essa tecnologia curiosa, assista este vídeo incrível do “Olhar Digital”: